A vingança de Tadej Pogacar

Uma semana depois da prova de estrada dos Campeonatos Nacionais da Eslovénia foi tempo para a prova de contra-relógio. Somente 15,5 quilómetros no entanto os primeiros 6900 metros eram em subida, com uma inclinação média de 7,5%, seguindo-se uma fase plana de 9 quilómetros.



Como particularidade, esta competição era aberta a outras nacionalidades e os primeiros corredores a saírem para a estrada eram não-eslovenos. O italiano Alessandro de Marchi era o ciclista mais conhecido e o ciclista da CCC Team ainda teve, durante algum tempo, o melhor registo na meta, com 34:21.

Debaixo de chuva, os principais favoritos começaram a sair para a estrada e começaram a fazer os melhores tempos. O veterano Janez Brajkovic fez 33:03, chegando, depois, Jan Polanc com 32:57, retirando 6 segundos ao tempo do corredor da Adria Mobil. Faltavam chegar Tadej Pogacar e Primoz Roglic, os dois grandes favoritos à conquista do título.



Tadej Pogacar voou debaixo da chuva em Pokljuka terminando com 31:10, com uma média de 30,225 kms/h. Primoz Roglic não conseguiu fazer melhor, ficou a 9 segundos e, desta forma, estava entregue o título esloveno de contra-relógio. Era a vingança de Pogacar, depois de ter perdido o título de estrada na semana passada. Uma vitória impressionante, perante um dos melhores contra-relogistas do mundo, naquele que foi o revalidar do título conquistado no ano passado, na altura perante Matej Mohoric.




, , , , , ,