Enrique Sanz continua legado da Euskadi-Murias em Sobral de Monte Agraço

Primeira etapa em linha no Troféu Joaquim Agostinho com final em Sobral de Monte Agraço, onde no ano passado Cyril Barthe ganhou à frente de João Matias. A equipa basca tentava novo triunfo, desta vez com o sprinter de serviço, Enrique Sanz. Passado alguns quilómetros saiu a fuga que iria marcar a jornada, com Rene Hooghiemster, Hugo Nunes, Micael Isidoro, Diogo Sardinha e Patrick Videira. O quinteto entrou nos últimos 50 kms com quase 3 minutos de avanço para o pelotão e alargou mesmo a diferença para 3:30 a 45 kms da meta.



A Euskadi tomou conta da perseguição e a vantagem baixou substancialmente, com Hugo Nunes e Diogo Sardinha a distanciarem os restantes pouco depois. Hugo Nunes foi mesmo o último sobrevivente, voltando a mostrar a sua combatividade e foi apanhado a 8 kms da meta. Tal como se previa a discussão foi em pelotão compacto nas ruas de Sobral de Monte Agraço.

O mais forte num sprint ligeiramente empinado foi Enrique Sanz, um ciclista que tem precisamente estas características. A vitória foi relativamente apertada, com César Martingil do Sporting/Tavira a apertar com o experiente espanhol. O pódio foi completo por outro espanhol, Antonio Angulo da Efapel.

Foto: Helena Dias/Vito Feirense PNB



, , , , , ,