Gaviria vence após grande trabalho da UAE Team Emirates

Os ciclistas presentes em San Juan saíram, esta quarta-feira, dispostos a terminar cedo a etapa. Um dia feito a alta velocidade, sem que uma verdadeira fuga se tenha formado durante a primeira metade da tirada.



Nessa primeira metade estava uma subida de mais de 20 quilómetros e, aí, surgiram vários ataques no pelotão, incluindo um de Guillaume Martin, que passou na frente. Cofidis e UAE Team Emirates passaram a liderar o pelotão, que continuou a todo o gás, em direção a San Agustín.

Foi preciso esperar pelos últimos 50 quilómetros para existir uma fuga propriamente dita desse nome, com Robin Carpenter e Peio Goikoetxea a serem os aventureiros. Nunca tiveram mais de 50 segundos de vantagem, com as equipas dos sprinters a aliarem-se na frente do pelotão. Carpenter foi o último a ser apanhado, a 2700 metros do fim. Aí, começou a guerra pelo posicionamento, essencial num final técnico como o de hoje, e foram as equipas da UAE Team Emirates e Bora-Hansgrohe a ganhar a batalha.



À entrada do quilómetro final, surgiu a equipa árabe, primeiro com Juan Sebastian Molano e depois com Max Richeze, estendendo a passadeira vermelha para o sprint de Fernando Gaviria, que conquistou a vitória, de forma fácil. Rudy Barbier, vencedor da 1ª etapa, foi 2º e Alvaro Hodeg 3º. Remco Evenepoel chegou no pelotão e mantém-se na liderança, antes do dia de descanso.

 



, , , , , , , , , , , , , ,