Juan Molano vence perto de casa após duelo de colombianos

O Tour Colombia 2.1 começou com uma fuga enorme, como é tradicional nas corridas sul-americanas, é full gas do início ao fim. Martin Urianstad, Leandro Velardez, Matthieu Jeannet, Brayan Sanchez, Aldemar Reyes, Edison Munoz, Vinicius Rangel, Santiago Montenegro, Byrom Guama e Anderson Paredes eram os 10 elementos, que chegaram a ter 3:30.




Os últimos resistentes foram Jeannet, Reyes e Guama, que só tinham 20 segundos a 20 kms da meta, altura em que houve uma queda colectiva que afectou alguns elementos da Efapel. O ciclista da Team Illuminate aguentou mesmo até aos 5 kms finais, quando a Team Ineos assumiu o controlo do pelotão.

Rapidamente apareceu a Deceuninck-Quick Step a fazer um trabalho impressionante, com toda a equipa envolvida. Bert van Lerberghe abriu e começou o duelo entre Alvaro Hodeg e Juan Sebastian Molano,  que foi claramente ganho pelo ciclista da UAE Team Emirates, enquanto os sprinters da Israel – Start Up Nation se atrapalhavam atrás dos 2 colombianos, com Itamar Einhorn a ficar com o 3º posto. César Fonte foi o melhor elemento da Efapel, terminando no 25º posto.




, , , , , ,