Molano imbatível mete a terceira na Colômbia

Última etapa para os sprinters presentes na Colômbia, com uma fuga de 8 elementos, onde estavam nomes como Fabio Duarte, Simon Pellaud e Mirco Maestri. Sempre controlados de perto, a escapada foi anulada a 20 quilómetros do fim, depois do trabalho das equipas da UAE Team Emirates e da Deceuninck-QuickStep.



A formação árabe dominou os quilómetros finais e nem um ataque conjunto de Julian Alaphilippe e Bob Jungels, a 1500 metros da chegada, conseguiu ter sucesso. A QuickStep ainda tinha outras cartas, com Bert van Lerberghe a lançar Alvaro Hodeg. Quando o belga saiu da frente, Juan Molano hesitou em lançar o sprint.

Nesse momento, Alvaro Hodeg lançou o seu sprint e quando sentiu que estava no momento certo Molano saiu da roda do seu compatriota, colocou-e ao lado deste e, mesmo em cima da linha de meta, ultrapassou-o para conquistar o terceiro triunfo na prova. Num pódio 100% colombiano, Jhonatan Restrepo foi 3º. Sergio Higuita chegou integrado no pelotão e mantém a liderança antes da etapa decisiva. O melhor ciclista da Efapel foi Nicolas Saenz, em 43º.



, , , , , , ,