Neste dia em … 2015 – Luca Paolini sai por cima no meio da tormenta

A Gent-Wevelgem de 2015 foi muito especial. Os ciclistas tiveram de enfrentar ventos quase ciclónicos, tão fortes que os abanicos eram inevitáveis e até houve quedas em plena recta, sem toques entre ciclistas, devido ao vento.




As imagens a cerca de 130 kms da meta tornaram-se virais, o pelotão completamente espalhado pela estrada, dividido em vários grupos, a ter de enfrentar ventos fortes e chuva. A corrida começou a decidir-se aí. As condições eram tão más que após esta fase da corrida a maioria do pelotão desistiu e apenas 39 ciclistas terminaram a corrida (!!!).

O primeiro a mexer foi Maarten Tjalingii, mas o primeiro movimento ameaçador surgiu por parte de Jurgen Roelandts. Isto levou a mexidas no “pelotão”, a Stijn Vandenbergh atacou repetidas vezes e levou com ele Sep Vanmarcke, Geraint Thomas, Jens Debusschere e Daniel Oss. Somente mais tarde se juntariam Luca Paolini e Niki Terpstra, dando superioridade à Quick-Step e à Lotto-Soudal.




Roelandts chegou a ter 2 minutos de vantagem e Thomas teve uma queda feita pelo meio. Nas subidas Daniel Oss ficou para trás e também Luca Paolini esteve distanciado, mas o italiano acabou por recuperar. Roelandts foi apanhado a 20 kms do final e aí começaram os ataques. Terpstra e Paolini chegaram a ter alguma vantagem, havendo um reagrupamento pouco depois.

Paolini atacou de forma decisiva a 6 kms da meta e aproveitou o desentendimento no grupo perseguidor, com Vandenbergh e Terpstra pouco coordenados. O ciclista da Katusha terminou com 11 segundos de vantagem sobre Terpstra e Thomas, claramente os mais fortes daquele grupo, mas no meio da tormenta ganhou o mais astuto.

Curiosamente esta viria a ser última temporada de Luca Paolini, um corredor que sempre foi peculiar, passou por grandes estruturas como a Mapei. No Tour de 2015 controlou positivo a cocaína e mais tarde viria a admitir o vício dos comprimidos para dormir, um final inglório. Os últimos anos de carreira foram marcados por poucas, mas grandes vitórias, esta Gent-Wevelgem, a Omloop het Nieuwsblad e 1 etapa no Giro.




 

, , , , , , ,