Silvan Dillier revoltado depois de não participar na Strade Bianche: “É uma treta.”

Numa entrevista ao site Blick, o suíço de 29 anos Silvan Dillier mostrou-se bastante agastado com a situação actual. Supostamente estaria hoje presente na Strade Bianche, mas a sua participação foi negada depois de um teste positivo à COVID-19. Quanto tudo parecia encaminhado para o regresso, Dillier terá de esperar mais um pouco.




O teste foi realizado há alguns dias, antes de Dillier viajar para Itália. Entretanto o ciclista da Ag2r La Mondiale já realizou mais testes, todos deram negativo, inclusivamente análises sanguíneas. “Sinto-me mesmo muito mal mentalmente, sou a pessoa mais saudável à face da Terra, não tenho sintomas e o laboratório dá-me resultados contraditórios.”

Pelas normas de saúde, Dillier, após o teste positivo, teria de estar 10 dias em quarentena total. No entanto, o suíço tem saído para treinar porque tem a certeza que “já não infecta mais ninguém agora”. Para além disso considera que todo o sistema de saúde é uma mentira, “não é justo simplesmente enclausurar as pessoas quando elas não têm sintomas”, ignorando o facto dos assintomáticos poderem infectar outras pessoas.




Silvan Dillier confirma na entrevista que tanto a esposa como os amigos com os quais ele esteve em contacto já foram testados e o resultado deu negativo, agora a expectativa do regresso à competição é muita e é apenas nisso em que pensa o corredor da equipa francesa, que esperava estar ao lado de Oliver Naesen na Strade Bianche.

, , , , , ,