Sonny Colbrelli regressa às vitórias em solo transalpino

Grande parte do pelotão presente no Giro dell’Emilia também esteve à partida, na manhã de hoje, para o 24º Gran Premio Bruno Beghelli, uma clássica italiana com um final em circuito em Monteveglio, percorrido por 11 vezes, que contava com uma curta mas dura subida que costuma fazer diferenças.



Stepan Kuriyanov, Tommaso Fiaschi e Emil Dima foram uma fuga fácil de controlar, apesar dos 11 minutos de vantagem, tendo sido alcançados à entrada dos derradeiros 40 quilómetros. Na subida de Zapollino surgiram os primeiros ataques, com Gianni Moscon e e Neilson Powless a estarem entre os corajosos, aguentando mais tempo na frente.

A este duo juntaram-se 7 ciclistas. Falamos de Guillaume Martin, Alejandro Valverde, Sonny Colbrelli, Ivan Garcia Cortina, David Gaudu, Jack Haig e Bauke Mollema. Mais cansados, Moscon e Powless não aguentaram as derradeiras dificuldades e cederam. Os 7 nomes já referidos colaboraram bem e discutiram o triunfo entre si.



Com Garcia Cortina para o lançar, Sonny Colbrelli só teve que concluir o trabalho do seu companheiro de equipa, sprintando para uma vitória relativamente fácil à frente do campeão espanhol Alejandro Valverde e de Jack Haig. Esta foi a 3ª vitória da temporada do italiano, que está, como sempre a ser muito regular nas clássicas italianas mas que já não vencia em casa há quase 1 ano. O pelotão chegou a escassos 7 segundos, disputando os últimos lugares do top 10, com Andrea Pasqualon a ser o mais forte, terminando em 8º.

, , , , ,