Superlativo Quintana triunfa no Mount Ventoux

Dia extremamente importante no Tour de la Provence, com a chegada ao icónico Mount Ventoux, mais propriamente à estância de ski Le Chalet Reynard. Uma tirada que qualquer ciclista gostava de ganhar pelo simbolismo e que viu Remi Cavagna, Bryan Alaphilippe, Timothy Dupont, Johan Jacobs e Jeremy Laveau escapar ao pelotão.



Remi Cavagna foi o mais inconformado, atacou a mais de 50 quilómetros da chegada, chegou a ter 5 minutos de avanço mas mal as rampas do Mount Ventoux se fizeram sentir, o francês da Deceuninck-QuickStep foi alcançado. Depois de um trabalho excelente da Arkea-Samsic, Nairo Quintana atacou de longe, a mais de 7 quilómetros da chegada.

Um ataque incrível do colombiano, que partiu, por completo o pelotão. Em poucos quilómetros Quintana ganhou 1 minuto ao grupo dos favoritos, onde já não estava Alexander Vlasov, uma vez que a 4000 metros da chegada, o russo estava num grupo a 40 segundos da frente, na companhia de Hugh Carthy e Alexey Lutsenko, que tinham atacado um pouco antes do líder.




Quintana estava num dia super e foi ganhando segundos atrás de segundos para ambos os grupos, entrando nos derradeiros 2 quilómetros com 1:15 para o grupo de Vlasov e 1:45 para o grupo de Pinot. Até ao final ninguém colocou os olhos em cima do colombiano que cruzou a linha de meta com 1:28 de vantagem para Alexey Lutsenko, Hugh Carthy e Alexander Vlasov. O grupo de Pinot chegou a mais de 2 minutos, com Eddie Dunbar a ser primeiro, terminando em 5º. Com este triunfo, Quintana é o novo líder do Tour de la Provence, com mais de 1 minuto de vantagem para a concorrência, à falta de uma etapa por disputar.

, , , , , ,