[Vídeo] Sam Bennett impõe-se na estreia oficial pela Deceuninck-Quick Step

O Tour Down Under começou logo com luta pela geral, um sprint intermédio logo nos primeiros 20 kms impediu que houvesse logo fuga e Daryl Impey aproveitou para bonificar 3 segundos, Chris Lawless somou 2 segundos e Nathan Haas 1 segundo. Mal se passou o sprint saiu a escapada do dia com Joey Rosskopf, Dylan Sunderland, Jarrad Drizners e Michael Storer.




As equipas dos sprinters tiveram sempre este quarteto debaixo de olho e o mais inconformado foi Joey Rosskopf, saindo em solitário nos últimos 50 kms. O norte-americano foi apanhado 15 kms depois e não houve mais tentativas de ataques, sabendo que havia vários interessados para um previsível sprint final.

Na aproximação à meta a Deceuninck-Quick Step fez um trabalho perfeito, como já nos tem habituado, numa chegada traiçoeira com uma recta grande e em ligeira descida. Bennett só teve de seguir a roda de Michael Morkov e lançar o seu sprint a 200 metros da meta, sendo somente ameaçado por Jasper Philipsen, que esteve sempre na sua roda. Erik Baska foi um surpreendente 3º classificado, diante de nomes bem mais conceituados.




Os outros candidatos ao triunfo ficaram longe, Elia Viviani foi 4º depois de ter entrado com uma colocação mediana e não ter explosão para recuperar e Caleb Ewan foi vítima de uma colocação desastrosa, entrou fora dos 20 primeiros no quilómetro final e terminou apenas em 7º. Bennett é também o primeiro líder da competição e João Almeida terminou a tirada integrado no pelotão, no 100º posto.

Podem ver o triunfo de Sam Bennett aqui, com a filmagem do último quilómetro.

, , , , , ,