Volta a Portugal 2020 adiada?

A informação foi avançada pela RTP nesta manhã de Quinta-Feira, dia 25 de Junho, a pouco mais de 1 mês do suposto início da prova. Segundo apurou o órgão de comunicação público junto de fonte da organização, a competição foi adiada sem data de remarcação, adensando ainda mais o clima de incerteza.



Num texto publicado a 22 de Junho aqui no blog já tivemos oportunidade de, tendo em conta todos os factos conhecidos, colocar as nossas dúvidas sobre a viabilidade do evento nas condições actuais. Sendo assim, é possível que a organização espere uma acalmia da pandemia no nosso país para realizar a prova, que tão importante é para o ciclismo nacional.

A organização está numa posição bastante complicada, principalmente no departamento do percurso. A Câmara Municipal de Viana do Castelo já tinha deixado bem claro que recusa o evento em 2020 (seria chegada de etapa) e ontem foi a vez da Câmara Municipal de Viseu também expor publicamente as suas dúvidas sobre o evento, mencionando que pretende continuar a receber a prova em anos futuros, mas não este ano.



Este terá sido certamente um rude golpe, já que Viseu não só receberia o final de uma etapa, como o dia de descanso da competição. Para além disto, também o Presidente da Câmara Municipal da Guarda deixou no ar que não se sente nada confortável em receber o evento e mencionou que “deixava para mais tarde uma decisão final”. Isto coloca problemas ainda maiores à PODIUM, que planeava realizar 1 jornada de extensão relativamente reduzida com chegada à Torre e toda realizar-se-ia junto ao Parque Natural da Serra da Estrela.

 

Foto: João Fonseca

, , , , ,