Audácia vale triunfo a Simon Yates em Bukowina Tatrzańska

Última e decisiva etapa da Volta a Polónia, com muita montanha e uma fuga perigosa a formar-se muito cedo na etapa. Patrick Konrad, Mikael Cherel, Roman Kreuziger, Alexey Lutsenko, Carlos Verona, Rui Costa, Valerio Conti, Maciej Paterski, Jose Herrada, Jonathan Restrepo e Jan Bakelants eram alguns dos escapados, com a fuga a não ter mais de 3 minutos para o pelotão sempre comandado pela Team Sky. A equipa britânica controlou durante toda a etapa e a história desta só mudou já nas subidas finais.
A 15 quilómetros da chegada, a Team LottoNL-Jumbo pegava na corrida, começando a reduzir a diferença superior a 1 minuto para a frente de corrida, onde seguia apenas Valerio Conti. Entre os favoritos, George Bennett foi o primeiro atacar, fazendo-o mais que uma vez, alcançando rapidamente Conti e partindo por completo o pelotão.
Na descida, Valerio Conti voltou a atacar, ganhando alguma vantagem sobre o grupo dos favoritos. Simon Yates e Alexey Lutsenko conseguiram apanhar o italiano, sendo que o britânico rapidamente deixou os seus companheiros de fuga para trás.
Simon Yates chegou a ter 35 segundos de vantagem, entrando na subida final, nos últimos 3000 metros, com 30 segundos, sendo que no pelotão caía Sergeii Chernetskii. No grupo dos favoritos, voltava a ser George Bennett a aumentar o ritmo, mas sem efeitos práticos.
Até ao final, ninguém voltou a pôr os olhos em Simon Yates, que conseguia uma vitória fantástica, com 12 segundos de vantagem para Thibaut Pinot e David Formolo. A 14 segundos, chegaram a maioria dos favoritos, onde estava Michal Kwiatkowski, que confirmava o triunfo na geral. No pódio, foi acompanhado por Simon Yates e Thibaut Pinot.

 Aldrick Rosas Authentic Jersey pandora charms

, , , , , , ,