Desqualificação de Nils Eekhoff vale título mundial a Samuele Battistella

A prova do escalão sub-23 foi um autêntico teste de sobrevivência, em condições muito complicadas um grupo grande destacou-se após alguns quilómetros, sendo composto por Johan Jacobs, Alessandro Covi, Julius van der Berg, Andreas Kron, Aspelund Holstad, Patrick Haller, Stuart Balford, Fred Wright, Stan Dewulf, Stanislaw Aniolkowski, Ben Healy e Petr Kelemen. Algumas selecções foram passando pela frente do grupo, mas a principal impulsionadora da perseguição foi mesmo os Estados Unidos da América.



A escapada nunca teve grande vantagem, 1:30 no máximo. A 60 kms da meta uma queda colectiva provocou cortes e problemas mecânicos, alguns ciclistas importantes como Tom Pidcock e Kevin Vaermaerke ficaram envolvidos com a escapa a ser apanhada 10 quilómetros depois.

A entrada no circuito final de Harrogate viu os primeiros ataques entre os favoritos, com Andreas Kron e Szymon Sajnok a tentarem a sua sorte. Este duo manteve-se na frente durante muitos quilómetros, recebendo, depois, a companhia de Stefan Beissenger, Idar Andersen, Tobias Foss e Samuele Battistella. Atrás, à entrada para a derradeira volta, a 14 quilómetros do fim, Sergio Higuita, Mikkel Bjerg e Nils Eekhoff eram dos mais fortes, saindo em perseguição ao grupo da frente, onde já não estava Sajnok.



Higuita e Eekhoff chegaram à frente e estavam na luta pelas medalhas. Sergio Higuita foi o primeiro a lançar o sprint, talvez cedo demais e, um dos menos rápidos à partida Nils Eekhoff conseguiu cruzar a linha de meta em primeiro, celebrando, nessa altura, a conquista do título mundial. Dizemos nessa altura porque após isto o holandês foi desqualificado por, supostamente, ter feito “drafting” atrás do carro da sua equipa quando recuperava após uma queda. Desta forma, a vitória foi entregue ao italiano Samuele Battistella, com Stefan Bisegger a levar a prata e o ciclista da casa Thomas Pidcock a ficar com o bronze.

André Carvalho foi o melhor português em 30º a 3:02. Carlos Salgueiro e João Almeida chegaram a 12:42 no 57º e 76º posto respetivamente. Emanuel Duarte não terminou a prova.

, , , , , , , , , , , ,