Histórico Mikkel Bjerg pulveriza a concorrência e renova título mundial sub-23

Dia de prova dos sub-23 na disciplina de contrarrelógio, com a dupla portuguesa composta por Ivo Oliveira e João Almeida presentes. O canadiano Nikolas Zukowsky esteve na cadeira do poder durante algum tempo, até chegar Ethan Hayter, com o britânico a pulverizar o registo por 35 segundos. Foram chegando alguns dos seus rivais, como Max Kanter, Andreas Leknessund e mesmo Ivo Oliveira, que finalizou a 48 segundos de Hayter.




O britânico só saiu da liderança quando chegou o belga Brent van Moer, finalizando em 33:04, menos de 12 segundos que o anterior melhor registo. Mathias Jorgensen vinha melhor que van Moer no intermédio, mas fez 5 segundos pior na meta. A situação assim se manteve durante uma longa fase. Ivo Oliveira e João Almeida fizeram registos muito semelhantes, perderam 1:01 e 1:06 para Brent van Moer, respectivamente.




Os favoritos à vitória foram chegando e o belga foi ficando na liderança. Callum Scotson só fez o suficiente para o top 10, Edoardo Affini ficou a 11 segundos do líder, Brandon McNulty quedou-se pelo 7º posto e só mesmo Mikkel Bjerg logrou derrotar Brent van Moer, por uns incríveis 33 segundos. Mikkel Bjerg renovou o título mundial do escalão sub-23, tornando-se o primeiro ciclista na história a fazê-lo, Brent van Moer ficou com a prata e Mathias Jorgensen com o bronze. Ivo Oliveira foi 28º e João Almeida fechou o top 30.




, , , , , ,