O mercado estava morno, nas últimas 24 horas entrou em ebulição!

As transferências continuam a ser anunciadas umas atrás das outras e muitos dos rumores que vieram a público nos últimos meses estão a ser confirmados. Um deles é de Caleb Ewan, que confirmou a sua ida para a Lotto-Soudal, onde irá ser o novo grande sprinter da equipa, após a saída de Andre Greipel. Desde 2014 na Orica-GreenEdge, atual Mitchelton-Scott, o “Pocket Rocket”, leva já 28 vitórias na carreira, no entanto ainda não conseguiu dar o salto, já que a maioria das vitórias são em provas .HC e no Tour Down Under. Já ganhou no Giro e na Vuelta mas ainda não teve oportunidade de se estrear no Tour e por vezes, frente aos melhores do mundo, não consegue vencer. Segue-se um novo capítulo na sua carreira, muito diferente daquilo que tinha, mas onde será um líder incontestável, já que a Lotto-Soudal não tem nenhum líder para Grandes Voltas. Este é um ciclista que precisa de comboio e deverão ser contratados ciclistas em breve, talvez alguns chegando da Mitchelton-Scott.

 

A BMC continua a perder ciclistas atrás de ciclistas e agora é Damiano Caruso a abandonar o barco de Jim Ochowicz. O italiano de 30 anos reforça a Bahrain-Merida e será um dos principais gregários de Vincenzo Nibali mas também terá algumas oportunidades de liderar em provas por etapas, como aconteceu na BMC, onde esteve nas últimas 4 épocas. 2º no Tirreno-Adriático e 5º no Dauphine deste ano, para além de 2º na Volta a Suíça do ano passado, 9º na Vuelta 2014 e 8º no Giro 2015, o italiano é um trepador bastante competente, que ajuda sempre os seus líderes nos momentos importantes e quando tem possibilidades de brilhar não costuma falhar.

 

Por falar em mudanças da BMC para a Bahrain-Merida, Rohan Dennis também foi confirmado numa das formações que mais se tem destacado nesta fase inicial do mercado. Um dos melhores especialistas de contrarrelógio do Mundo, Dennis embarca numa nova aventura aos 28 anos, após 5 temporada na BMC. Curiosamente, o australiano tem 23 vitórias na carreira, 13 delas em contrarrelógios e 5 em classificações gerais. Dennis testou-se este ano em 3 semanas, tendo sido 16º no Giro, talvez este teste o leve a focar-se totalmente nos contrarrelógios e em provas de 1 semana. De qualquer das formas, é um reforço de luxo para a Bahrain-Merida e pode funcionar como peça chave na ajuda a Vincezno Nibali. De recordar que são já 6 os reforços (Rohan Dennis, Phil Bauhaus, Marcel Sieberg, Damiano Caruso, Dylan Teuns e Stephen Williams, 3 deles ex-BMC), uma autêntica revolução.

Como saber que uma contratação é realmente importante para uma equipa? Quando essa equipa foge do normal no anúncio da contratação, e foi precisamente isso que a Vital Concept fez para anunciar Pierre Rolland. Um enigmático vídeo nas redes sociais foi o mote para a revelação de um dos líderes para 2019. Pierre Rolland está de regresso a casa, saiu da Europcar em 2015 e volta a uma equipa francesa para 2019 e 2020, num contrato de 2 anos. Aos 31 anos, o gaulês já dificilmente voltará ao World Tour, até porque a Vital Concept serve-lhe como garantia de liderança e garantia de participação em algumas das principais provas mundiais. Nas suas 3 épocas na estrutura da Cannondale os resultados caíram bastante, foi muito inconstante e só no Giro 2017 mostrou do que é capaz. A Vital Concept aumentou o orçamento e parece decidido em formar uma excelente equipa para 2019, Rolland ao seu melhor nível será garantia de resultados em algumas provas francesas.

Para finalizar este apanhado do dia, a Movistar anunciou o primeiro reforço para 2019. Trata-se do espanhol Carlos Verona, que deixa a Mitchelton-Scott, depois de 2 anos e meio na formação australiana. Carlos Verona tem 25 anos e é um bom trepador, é uma contratação que faz sentido até porque é um espanhol para uma equipa espanhola e tem mostrado sinais de evolução este ano, especialmente na montanha. Verona é um corredor que tem algumas particularidades, mostra alguns aspectos menos vistos nos seus vídeos para o Youtube e escreve regularmente sobre a modalidade, um ciclista da nova geração. Na Movistar poderá ter as mesmas oportunidades, terá as mesmas funções, mas com o bónus de poder falar a sua língua. Sean Mannion Authentic Jersey air max 90 nere

, , , , , , , , , ,