Plantel da Vito-Feirense-Blackjack para 2019 praticamente finalizado

Uma das formações Continentais mais recentes no ciclismo português procura consolidar a sua posição no panorama velocipédica nacional após uma temporada bastante positiva, onde Edgar Pinto, Xuban Errazkin e João Matias obtiveram os resultados de maior relevo. Só que esses resultados e prestações positivos também levou a que esses corredores fossem muito apetecíveis para formações com outros argumentos financeiros, nomeadamente Edgar Pinto, cuja renovação está muito improvável, mesmo quase impossível.



Desses 3 ciclistas somente João Matias deverá continuar na equipa, tal como Joaquim Andrade, director-desportivo, confirmou hoje ao jornal “O Jogo”. Um ciclista que se dedica muito à pista e que obteve excelentes resultados na estrada em 2018, particularmente nas chegadas em pelotão compacto. A outra renovação será de Luis Afonso, um trepador muito consistente.

Passando para os reforços, Joaquim Andrade confirmou Jesus del Pino, que sairá da Efapel após 2 temporadas à procura de mais oportunidades. Passou muitos quilómetros a trabalhar no pelotão e a proteger os colegas e foi 9º no Troféu Joaquim Agostinho em 2018, é um caça-etapas que tem na média montanha o seu terreno predilecto. A grande surpresa é o alemão Bjorn Thurau, alemão de 31 anos que tem passagens pela Europcar, Bora e Wanty-Groupe Gobert. Vencedor da classificação da montanha da Volta a Suiça em 2014, Thurau já fez a Volta a Portugal em 2017, sendo 21º. É um ciclista possante do alto do seu 1,93m e costuma ter uma postura altamente ofensiva.



As contratações não irão parar aqui, como é óbvio, pelo que conseguimos apurar o plantel também contará com Rui Rodrigues, ciclista de 26 anos, vencedor do último circuito da Moita e que está de saída do Louletano. A juventude será outra nota dominante, a equipa contará com João Barbosa, que saltará para o profissionalismo depois do primeiro ano como sub-23 (ainda será sub-23) após ter sido 5º na Volta a Portugal do Futuro, um puro trepador com muito potencial. Também Pedro Andrade, actual campeão nacional de juniores dará o salto directamente para o escalão Continental, provavelmente fazendo um calendário mais regrado, tendo em conta a sua tenra idade. A acompanhar Pedro Andrade estará um colega de equipa dele este ano, na equipa júnior da Vito-Feirense-Blackjack, trata-se de António Ferreira, outra figura de peso deste escalão etário. Faltarão ainda 2 a 3 ciclistas para completar o plantel para atacar a época de 2019.

, , , , , , ,