Raul Alarcon fractura a clavícula e tem Volta a Portugal em risco

A 4ª etapa do Grande Prémio Abimota ficou também marcada pelas quedas. Ainda na fase inicial da jornada e junto da primeira meta volante do dia uma queda colectiva provocou o abandono de Pedro Paulinho, que viria a ser transportado para o hospital com problemas na anca. Também aí foram ao chão vários ciclistas nomeadamente António Carvalho, tratado pelo médico de prova a escoriações na zona do cotovelo.




Mais tarde, e numa descida bem inclinada ocorreu o acidente de Raul Alarcon, o espanhol da W52-FC Porto, vencedor da Volta a Portugal em 2017 e 2018, já vinha descolado da fuga do dia onde circulava e estava prestes a ser absorvido pelo pelotão quando caiu de forma algo violenta, levando consigo mais ciclistas, entre eles o líder António Angulo.

Raul Alarcon abandonou a prova e foi transportado para o hospital, o diagnóstico foi uma fratura de clavícula. A W52-FC Porto informou que o ciclista já foi submetido a uma intervenção cirúrgica, que foi realizada com sucesso. No entanto, e tendo em conta que faltam apenas 5 semanas para a Volta a Portugal começar em Viseu, a 31 de Julho, a preparação de Alarcon para esta competição fica altamente comprometida e a sua presença pode mesmo estar em causa.
Foto: João Fonseca.



, , , , ,