Rohan Dennis voa para mais uma vitória, Simon Yates ainda mais líder

Dia de contrarrelógio individual na Vuelta e Mathias Brandle, como primeiro a partir e como especialista, marcou o tempo de referência, com 40:16. O austríaco não ficou muito tempo na cadeira de líder, já que o dinamarquês Kasper Asgreen surpreendeu e acabou com 39:07, foi inclusivamente mais rápido que o campeão europeu, Victor Campenaerts. Foi outro campeão, desta vez o espanhol, que tirou Asgreen da liderança, por 20 segundos, mas outro ciclista com uma camisola distintiva, a de campeão australiano, pulverizou toda a concorrência. Rohan Dennis colocou 50 segundos a Jonathan Castroviejo e 1:10 a Asgreen.

Outra enorme surpresa chegou a seguir, com campeão norte-americano da especialidade a ficar em 2º, 17 centésimas de segundo melhor que Castroviejo. Nelson Oliveira posicionou-se em 4º, ficando a 1:05 do líder. Michal Kwiatokowski foi mais um a andar na casa dos 50 segundos de atraso para Dennis, perdendo 51 segundos, ficando no 4º lugar provisório.

A partir daqui começaram a sair os grandes candidatos à vitória final. Steven Kruijswijk foi aquele que melhor andou, chegando a bater o tempo de Rohan Dennis no 1º intermédio. O holandês ficou em 4º a 51 segundos, num dos melhores contra-relógios da sua carreira. Enric Mas foi outro que se defendeu muito bem, ficando a 1:03, mesmo à frente de Nelson Oliveira. Nairo Quintana ficou a 2:10, Thibaut Pinot a 2:11, Miguel Angel Lopez a 2:19, Alejandro Valverde a 1:35 e o camisola vermelha Simon Yates a 1:28.

Na geral, Simon Yates reforçou na sua liderança, agora com 33 segundos de vantagem para Alejandro Valverde e 52 para Steven Kruijswijk, que subiu ao 3º posto. Quintana é 4º a a 1:15. Enric Mas está a 1:30 e Miguel Angel Lopez a 1:34.

, , , , , ,