Sprint caótico termina com bis de Ackermann

Mais uma tirada muito calma e fácil na Volta a Polónia, com a fuga a definir-se nos primeiros quilómetros, com Jan Bakelants, Jenthe Biermans, Evgeny Shalunov, Adam Stachowiak e Kamil Gradek. As equipas dos sprinters, principalmente Bora-Hansgrohe e Quick-Step nunca deram grande margem à fuga, com estes a serem alcançados a 12 quilómetros do final.

Até ao final, as equipas dos sprinters foram-se colocando na frente, com as já referidas a serem as que mais tempo passavam na frente do pelotão. No quilómetro final, a Seleção da Polónia lançou-se ao ataque com Macej Paterski. Michael Morkov tentava fechar o espaço para o seu sprinter Alvaro Hodeg, mas de repente o colombiano abre para o lado e o dinamarquês levoi consigo Kamil Zielinski e Simone Consonni. Chegaram rapidamente a Paterski que logo abriu para o lado.

Alguns metros atrás vinha o pelotão, de onde saltou o camisola amarela Pascal Ackermann que conseguiu uma vitória fantástica depois de passar entre vários ciclistas e por um espaço muito reduzido. Alvaro Hodeg vinha na roda do alemão mas nunca o conseguiu ultrapassou, ficando outra vez em 2º. Giacomo Nizzolo completou o pódio. Rui Costa e Nuno Bico chegaram no pelotão.

 Ron Parker Authentic Jersey michael kors borse saldi

, , , , , ,