Sam Bennett autoritário vence pela primeira vez em 2021

Depois de 3 dias bastante complicados no UAE Tour, o pelotão deu tréguas e, ao 4º dia, tivemos a primeira etapa calma nesta competição. Foi preciso esperar 120 quilómetros até que alguém quisesse ir para a condenada fuga do dia, onde estiveram François Bidard e Olivier le Gac.



Deceuninck-QuickStep e Lotto-Soudal foram controlando a diferença para a frente, nunca foi superior a 3 minutos e, a 26 quilómetros da chegada. A corrida só acelerou à falta de 10 quilómetros para a chegada. Com uma estrada bastante larga, muitas equipas queriam chegar-se à frente e os toques entre ciclistas eram muitos.

De forma surpreendente, a Israel Start-Up Nation entrou na frente no quilómetro final, num comboio perfeito para Andre Greipel. Da mesma forma que apareceram também saíram com a Bora-Hansgrohe a aparecer no momento certo para Pascal Ackermann. Tudo estava a correr de feição até o sprinter alemão lançar o seu sprint relativamente cedo.



Quando o fez ainda Sam Bennett, que estava ao seu lado, tinha Michael Morkov à sua frente. O irlandês esperou pelo momento ideal para lançar o seu sprint e, com o timing perfeito, conquistou a vitória à frente de David Dekker e Caleb Ewan. Tadej Pogacar e João Almeida chegaram integrados no pelotão, mantendo a liderança do UAE Tour e o 3º lugar da geral, respetivamente.

, , , , , , , ,