Miranda-Mortágua finaliza plantel com 4 reforços

Ao longo desta semana a Miranda-Mortágua confirmou os 4 reforços que o plantel de 2020 terá (tendo em conta que Leangel Linarez já tinha representado a equipa este ano). Tal como adiantámos há cerca de 1 mês um dos grandes destaques vai para o regresso de Joaquim Silva a uma estrutura onde já esteve entre 2011 e 2014 como sub-23. E com grandes resultados, campeão nacional sub-23, 8º na Volta a França do Futuro e top 20 nos Mundiais sub-23.



Esteve depois 3 temporadas na W52/FC Porto e foi recrutado pela Caja Rural em 2018, uma experiência que não lhe correu de feição. Em 2019 Joaquim Silva regressou à W52/FC Porto e foi um verdadeiro “globe trotter”, fez um calendário internacional vasto, tendo feito 10º na Volta ao Luxemburgo e 7º no Tour of Qinghai Lake. Um trepador muito talentoso e que ainda pode evoluir. Aos 27 anos procura na Miranda-Mortágua as oportunidades que raramente teve na W52/FC Porto nas principais competições nacionais. Estamos muito curiosos para ver o que Joaquim Silva consegue fazer tendo essa liderança e responsabilidade.

Joaquim Silva será acompanhado do espanhol Angel Rebollido, também ele relativamente jovem, aos 26 anos. Um ciclista que rola muito bem e que durante a sua estadia na W52/FC Porto trabalhou muito para os seus colegas tem no palmarés triunfos no Memorial Bruno Neves em 2016 e no G.P. Abimota em 2017, o tipo de provas onde geralmente tinha oportunidade de mostrar o seu valor.



Mantendo a filosofia de muita juventude na equipa a estrutura liderada por Pedro Silva viu em João Barbosa um bom reforço. O corredor de 21 anos representou em 2019 a Vito-Feirense-PNB e com alguma incerteza em volta da equipa rapidamente resolveu o seu futuro. 5º na Volta a Portugal do Futuro em 2018 e 8º em 2019 há 2 aspectos que impressionam muito na época de 2019 de João Barbosa. Primeiro ele foi dos corredores que mais dias de competição realizou em Portugal e não fez um único DNF. Segundo, reparem nos lugares que obteve nas classificações da juventude, 9º na Volta ao Algarve, 3º no G.P. Beiras, 2º no G.P.J.N., 3º no G.P. Abimota e 6º na Volta a Portugal. Foi dos melhores sub-23 a correr no escalão elite até pela consistência durante a época, um ciclista para a montanha.

O último reforço da Miranda-Mortágua para 2020 é Ash Coning, a maior surpresa no que toca a contratações. O britânico de 19 anos não é um total desconhecido do nosso país, esteve na Crédito Agrícola-Jorbi-Almodôvar em 2019 e fez grande parte do calendário sub-23 e temos de o ver em acção para observar a sua fisionomia e perceber as suas características como corredor.




Plantel da Miranda-Mortágua para 2020:

Hugo Sancho (37)

Daniel Freitas (28)

Gaspar Gonçalves (24)

Artur Chaves (20)

Pedro Pinto (19)

Leangel Linarez (22)

Joaquim Silva (27)

Angel Rebollido (26)

João Barbosa (21)

Ash Coning (19)

, , , , , ,