Os convites para o Giro e as questões Quintana e Pozzovivo

A RCS Sport, entidade organizadora das provas World Tour em Itália, anunciou ontem as equipas do escalão ProTeam convidadas para as suas provas, isto para além daquelas que já têm a sua presença assegurada. Vai haver estreias e houve algumas pequenas surpresas à mistura.



Havia para distribuir 4 vagas para o Giro e 7 para Tirreno-Adriatico, Strade Bianche e Milano-SanRemo. As principais ProTeams italianas vão marcar presença nas 4 corridas, falamos de Bardiani-CSF e Eolo-Kometa e outra formação que vai alinhar nestas 4 competições é a Israel-Premier Tech, que depois de ter recebido uma excepção por parte da UCI que a colocava em todas as corridas WT excepto as Grandes Voltas, foi também convidada a participar no Giro mesmo depois do seu patrão ter ameaçado colocar um processo por causa de todo este processo de relegação.

A grande questão estava no quarto convite para o Giro, esse posto estava em aberto porque a Lotto-Dstny abdicou da sua presença na primeira Grande Volta do ano, bem como a TotalEnergies. Normalmente esse privilégio pertenceria à Androni, mas a estrutura liderada por Gianni Savio não conseguiu cumprir os requisitos para pertencer a este escalão em 2023 e desceu para a categoria Continental, então os organizadores optaram pela estreante e discreta Team Corratec, uma estrutura criada em 2022 e que este ano aproveitou as circunstâncias e subiu ao escalão antigamente chamado de Profissional Continental.



É uma equipa com um plantel muito discreto, o mais conhecido é mesmo o veterano Valerio Conti, contratado à UAE Team Emirates. Só tem 3 ciclistas com experiência de World Tour (Conti, Konychev e Viviani) e somente 3 já fizeram Grandes Voltas (Conti, Viviani e van Empel). É preciso dizer também que o Viviani a que nos referimos é Attilio Viviani, que já passou pela Cofidis. Foi um convite relativamente inesperado mas que até faz sentido porque as outras escolhas seriam a Q36.5 (melhor plantel, igualmente estreante, com licença suíça) e a Tudor (estrutura liderada por Fabian Cancellara, que tem crescido a olhos vistos) e a Team Corratec tem licença italiana.

As 2 estruturas suíças ainda assim ficaram com o prémio de consolação de competirem na Strade Bianche, no Tirreno-Adriatico e na Milano-SanRemo. Assim que se soube destes factos começaram as especulações de que a Team Corratec seria a futura equipa de Nairo Quintana e que teríamos o colombiano, sem equipa desde que saiu da Arkea-Samsic, no Giro. No entanto, no próprio dia, o responsável da equipa transalpina veio a público desmentir esses rumores, dizendo que não tem capacidade financeira para contratar Quintana e que colocava reservas sobre se a organização do Giro quereria ter Quintana na corrida depois de tudo o que aconteceu em 2022. O colombiano também tem sido associado à Team Medellin, para onde foi Miguel Angel Lopez, fala-se que já houve mesmo convite formal.

Com um plantel tão debilitado e pouco competitivo para este alto nível, não seria uma surpresa completa se a Team Corratec apostasse antes em Domenico Pozzovivo. O veterano italiano também ainda se encontra sem equipa depois de não ter renovado com a Intermarche-Wanty, a equipa disse que só poderia pagar o salário mínimo ao trepador que no ano passado também se encontrava nesta situação e que depois ainda viria a ser 8º na Volta a Itália. É um movimento de mercado que faz mais sentido, Pozzovivo seria líder de uma equipa que certamente poderá ter um interesse acrescido de potenciais patrocinadores com este convite para o Giro, o que financiaria esta contratação.



A Corratec vai também fazer o Tirreno-Adriático visto que a Lotto abdicou de ir a essa corrida e a TotalEnergies vai fazer todo o calendário italiano de Março.

 

Equipas convidadas para as provas da RCS Sport:

Giro – Bardiani-CSF, Eolo-Kometa, Israel-Premier Tech e Team Corratec.

Strade Bianche – Bardiani-CSF, Eolo-Kometa, Israel-Premier Tech, Q36.5, Tudor, Lotto e TotalEnergies.

Tirreno-Adriatico – Bardiani-CSF, Eolo-Kometa, Israel-Premier Tech, Q36.5, Tudor, TotalEnergies e Team Corratec.

Milano-SanRemo – Bardiani-CSF, Eolo-Kometa, Israel-Premier Tech, Q36.5, Tudor, Lotto e TotalEnergies.

 

, , , , , , , , , ,