Sonny Colbrelli redime-se e leva de vencida a 2ª etapa do Tour de Romandie

Primeiro dia mais complicado na Volta a Romandia com uma etapa com mais de 3500 metros de desnível acumulado positivo. Um grupo de 6 corredores cedo se distanciou do pelotão, sendo eles Hermann Pernsteiner, Rob Power, Davide Villella, Antwan Tolhoek, Rein Taaramae e Jonathan Caicedo.




Com corredores perigosos e muito perto da geral impedir que a escapada ganhasse uma vantagem considerável. Rein Taaramae foi o mais combativo do dia, atacou a 50 quilómetros do fim, chegou a andar 30 quilómetros isolado mas foi alcançado nas rampas da escalada para La-Vue-des-Alpes.O

O camisola amarela Rohan Dennis colocou a liderança de parte e ele próprio trabalhou em prol da sua equipa, impondo ritmo durante a subida. Vários foram os ataques, com Michael Woods e Sepp Kuss a estarem entre os ciclistas ofensivos mas o grupo com pouco mais de 40 corredores passou junto no final da subida.




Dennis continuou a liderar o pelotão durante largos quilómetros, saindo da frente somente dentro do quilómetro final, já depois de ter respondido a um ataque de Ben O’Connor que chegou a fraccionar o grupo e obrigou Woods a fechar o espaço. A Bahrain-Victorious apareceu no momento certo, Damiano Caruso fez um lançamento exemplar para Sonny Colbrelli e, ao contrário de ontem, o italiano arrancou no momento exato para conquistar o triunfo na 2ª etapa da prova.

Num sprint renhido, Patrick Bevin foi 2º e Marc Hirschi completou o pódio. Rui Costa esteve na luta e foi 9º. Depois de um trabalho impressionante, Rohan Dennis chegou no pelotão e manteve a liderança do Tour de Romandie.

, , , ,