Britânicos dominam na Noruega, Matthew Walls concluiu na perfeição e vence última etapa

Chegava o último dia da Volta à Noruega, com uma etapa de 156,5 quilómetros a ligar Hinna Park à cidade de Stavanger. Ethan Hayter seguia com a camisola de líder com 15s de vantagem para Ide Schelling. Nos primeiros quilómetros começaram os ataques, com a fuga a consolidar-se após os 25 quilómetros, composta por sete corredores: Brendan Rhim, Christian Kjeldsen, Gruffudd Lewis, Stijn Appel, Nils Lau Nyborg Broge, Olav Hjemsæter e Ward Vanhoof.



O tempo para a fuga acabaria por estabilizar-se entre os três e os quatro minutos, com a Trek-Segafredo a assumir o trabalho no pelotão, tendo em vista nova vitória para Mads Pedersen. A etapa estava a ser feita a todo o gás e sem muitas mexidas nos grupos. A parte mais empolgante da etapa seriam as três passagens pela meta, num circuito final, com subidas a Grisabakken, subida curta com pendentes elevadas. A UAE Team Emirates juntava-se à frente da corrida, a ajudar a Ineos e Trek na perseguição.

Tosh Van der Sande atacava a 25 quilómetros da chegada, mas acabaria por ser alcançado. A Ineos chegava-se à frente para a parte final da prova, com Ganna a controlar as operações. A fuga só seria alcançada já dentro dos últimos 10 quilómetros, no topo da última passagem por Grisabakken. Markus Hoelgaard estava com “fome” de vitória e saía em busca da glória. O problema é que rodava-se a alta velocidade, havendo mesmo cortes no pelotão.



Nils Politt vinha a comandar o grupo no último quilómetro, na tentativa de levar o seu sprinter à vitória. Foi mesmo isso que aconteceu, com Matthew Walls a responder da melhor forma e a concluir na perfeição, batendo Mads Pedersen e Daniel Hoelgaard, segundo e terceiro, respetivamente.

Esta foi a primeira vitória do britânico como ciclista profissional. Ele que foi um dos destaques do ciclismo de pista, nos Jogos Olímpicos de Tóquio, onde venceu a medalha de ouro no omnium e medalha de prata na disciplina de madison. Curiosamente, esta última, obtida com o seu companheiro de seleção Ethan Hayter.

 



Ethan Hayter terminou juntamente com o grupo principal e sagrou-se vencedor da Volta à Noruega. Em segundo lugar acabou Ide Schelling, com 15s de atraso, enquanto que Mike Teunissen finalizou o pódio, a 25s do britânico. Teunissen ficou com a camisola dos pontos. Anthon Charmig levou a camisola da montanha. Mattias Skjelmose venceu a classificação da juventude.

, , , , , , ,