Dylan Groenewegen vence sprint milimétrico, Wout van Aert novamente 2°

Último dia do pelotão pela Dinamarca, com Magnus Cort a ser o homem solitário em fuga, somando mais 3 pontos para a sua camisola da montanha e garantido nova subida ao pódio. Num dia tranquilo, quando Cort atingiu o seu objetivo decidiu que estava na hora de esperar pelo pelotão que, a partir daqui se dirigiu a um ritmo mais calmo para meta em Sonderborg.



Com os quilómetros finais a aparecerem, o ritmo foi aumentando consideravelmente. A aproximação foi muito rápida, a estrada era suficientemente larga para 4 comboios estarem na frente de corrida, com destaque para a Alpecin-Deceuninck e Quick-Step.

Foi a equipa belga a entrar na frente no quilómetro final, com um lançamento muito bem feito, só que Fabio Jakobsen não estava na roda. Quem lá estavam era Wout van Aert e Christophe Laporte, os dois praticamente lançaram o sprint ao mesmo tempo, só que na roda do camisola amarela estava Dylan Groenewegen que, com uma ponte final e lançamento de bicicleta melhor, conseguiu superar Van Aert. Jasper Philipsen também acabou muito rápido e esteve na discussão mas o seu lançamento de bicicleta não foi tão bom. Wout van Aert solidificou a liderança do Tour, antes do dia de descanso.



De notar a perda de importantes 39 segundos por parte de nomes como Rigoberto Uran, Damiano Caruso, Jack Haig, Louis Meintjes e Guillaume Martin.

, , , , , , ,