Ethan Hayter em grande na primeira etapa da Volta à Noruega

Primeiro dia de Volta à Noruega, uma etapa de 150.8 quilómetros, com chegada em alto logo a abrir a competição. Na prova nórdica constam sete equipas WorldTour, serão decorridas quatro etapas, e promete espetáculo até ao fim. A fuga do dia apareceu após 30 quilómetros decorridos, com: Frederik Jensen, Julian Mertens, Anthon Charmig e Nícolas Sessler.

 



A Jumbo-Visma assumia as despesas no pelotão. Os fugitivos dispunham de uma vantagem de 5m15s a 95 quilómetros do fim. Mais tarde, a Trek-Segafredo juntava-se à frente, endurecendo o ritmo no grupo dos favoritos.

A cerca de 38 quilómetros da meta, grupo ficava reduzido na subida de segunda categoria a Jøssingfjord, 1,8 quilómetros com 8,4% de pendente, com a Jumbo Visma a comandar o pelotão.



A fuga estava alcançada a 13 quilómetros da chegada. Tudo se resumiu à subida final, uma segunda categoria, 4.8 quilómetros a 4,9%. Curiosamente, à entrada da subida, ficavam para trás dois dos homens mais fortes da Jumbo-Visma, Tobias Foss e Jonas Vingegaard. Foss que é o atual campeão nacional norueguês de estrada e contrarrelógio. O dinamarquês Vingegaard vem de um segundo lugar no Tour.

Os seus companheiros ficavam para trás e George Bennett atacava na frente, perseguido por Mattias Skjelmose, Ide Schelling, Filippo Ganna e Lucas Eriksson. Surgiam vários ataques, mas sempre controlados pelo italiano Filippo Ganna, que tentava colocar “gelo” no grupo, de forma a que Ethan Hayter reentrasse na frente. Foi isso mesmo que aconteceu, e o holandês da Bora-Hansgrohe Ide Schelling atacava à entrada do último quilómetro, na tentativa de surpreender os adversários.

 



Hayter foi o único a colar na roda do ciclista da Bora-Hansgrohe e manteve-se sempre atrás até ao sprint final, que acabou por vencer com relativa facilidade. O jovem britânico vem de vencer uma medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio, na disciplina de madison (ciclismo de pista), sendo que a sua última prova de estrada havia sido no mês de maio, na Volta à Andalucia. Esta é a sua quinta vitória da temporada, após ter vencido uma etapa na Settimana Coppi e Bartali, no Alto da Fóia no Algarve e duas etapas na Andalucia.

Na geral, Ethan dispõe de 5s de vantagem para Schelling e de 17s para o norueguês Torstein Træen, da Uno-X. Amanhã será realizada a etapa mais longa da prova, com novo final em chegada inclinada.

 

 

, , , , , , , ,