Jonas Vingegaard aproveita marcação entre favoritos e vence em Jebel Jais, João Almeida é 5º e mantém o pódio da geral

Última etapa de montanha no UAE Tour, com a longa subida de Jebel Hais no menu, mais de 20 kms onde a INEOS Grenadiers ia dar tudo para Adam Yates destronar Tadej Pogacar.




Houve logo alguns ataques mal se deu o tiro de partida, com Mathias Frank e Giacomo Nizzolo a ganharam algum espaço. Nizzolo decidiu esperar pelo pelotão, mas Frank viria a ter companhia de luxo, com Thomas de Gendt, Larry Warbasse, Roger Kluge, Alexey Lutsenko, Kevin Colleoni, Omer Goldstein, Alex Dowsett e Lasse Norman Hansen

A INEOS cedo se lançou na perseguição deste perigoso grupo e nunca permitiu mais de 3:30 de vantagem. A equipa britânica estava determinada em apanhar a fuga e continuou o seu trabalho quando a subida para Jebel Jais se iniciou, altura em que a fuga tinha 2 minutos de vantagem. Na frente, a divisão natural fazia-se com Alexey Lutsenko a atacar e a seguir isolado para os derradeiros 16500 metros de etapa.




Ben Zwiehoff esboçou um ataque a 4500 metros do fim mas não foi nada mais que isso. Depois de um trabalho fabuloso de Brandon Rivera, chegava a vez de Daniel Martinez. O colombiano durou pouco mais de 1 quilómetro e aí surgiu o primeiro grande ataque, com marca de Vincenzo Nibali. O ataque do Tubarão de Messina espevitou o grupo, saindo mais alguns corredores, entre os quais Harm Vanhoucke e Wout Poels.

João Almeida via a sua oportunidade a 1400 metros do fim, atacando por duas vezes mas os seus rivais não o deixavam sair. Com tudo isto, o grupo de Nibali era apanhado e Lutsenko entrava com 12 segundos no derradeiro quilómetro. Jonas Vingegaard saía que nem uma flecha do grupo, chegava a Lutsenko a 250 metros do fim, respirava um pouco e desferia um ataque final que acabava com as aspirações de Lutsenko e entregava uma grande vitória ao ciclista da Jumbo-Visma.




Entre os favoritos, João Almeida voltou à carga nos derradeiros 250 metros, com Pogacar, Yates e Higuita a serem os únicos a seguir o português. Yates contra-atacou, e na luta pelas bonificações, Pogacar ganhou o sprint pelo 2º lugar, a 3 segundos à frente de Yates. Higuita foi 4º a 5 segundos e João Almeida 5º a 6 segundos. Na classificação geral, Tadej Pogacar consolidou a liderança, agora com 45 segundos para Yates e 1:12 para João Almeida, que mantém o 3º lugar.

, , , , , , , ,