Lutsenko mete a terceira, Rui Costa outra vez perto do pódio

Dia para a etapa rainha no Tour of Oman, com a já habitual chegada à Green Mountain e, mais uma vez, com ataques constantes para a formação da fuga. Julien Duval, Romain Cardis, Fabien Grellier, Stijn Steels, Julien Mortier e Kenneth Van Rooy tiveram liberdade por parte do pelotão, onde era a Astana que controlava as operações.

A fuga entendeu-se muito bem e o pelotão não conseguia tirar tempo tão rapidamente como desejava. Sem dificuldades de maior até à Green Mountain, o grupo manteve-se unido, entrando com mais de 3 minutos na subida final, ou seja, nos derradeiros 5700 metros.



A fuga tinha uma grande oportunidade de vingar e nesta o francês Fabien Grellier era, claramente, o mais forte. Parecia que o ciclista da Direct Energie poderia conseguir uma vitória inesperada mas do pelotão saltou Alexey Lutsenko. O líder da prova não deu hipóteses a ninguém e conquistou a terceira vitória em 5 dias de Tour of Oman, à frente de Grellier e Domenico Pozzovivo, que chegou a 11 segundos. Em 4º ficou Rui Costa, a 19 segundos de Lutsenko.

Com este triunfo, o campeão cazaque é ainda mais líder e está muito perto de revalidar o título conquistado no ano passado. Domenico Pozzovivo está a 44 segundos, menos 3 que Jesus Herrada. Rui Costa é, também, 4º na geral, a 53 segundos de Lutsenko.





, , , ,