Caleb Ewan escapa às quedas e vence Scheldeprijs

O ciclismo também continua na Bélgica, com uma das suas clássicas mais antigas do calendário, a Scheldeprijs, onde são sempre os homens rápidos quem levam de vencida a competição.




O ritmo foi louco e só com 90 quilómetros percorridos é que se formou uma fuga que nunca teve mais de 1:30 para o pelotão onde as equipas dos sprinters controlavam de perto. Na frente, destaque para a presença de Mark Cavendish, Michael Schar e Chris Juul-Jensen.

Com este controlo apertado, a fuga foi apanhado ainda antes dos 10 quilómetros finais. No momento de todas as decisões, e apesar de um bom trabalho da Deceuninck-QuickStep, foi Caleb Ewan a lançar o sprint da frente e a conseguir a vitória com relativo à vontade. O australiano ficou alheio a toda a confusão que aconteceu nos últimos 300 metros, com uma queda provocada por Pascal Ackermann que tocou na roda de August Jensen, levando alguns ciclistas ao chão.




O alemão terminou em 2º, mas no final, os comissários relegaram o sprinter da Bora-Hasngrohe para o último lugar do grupo. Desta forma, o pódio ficou completo com Niccolo Bonifazio e Bryan Coquard. Sam Bennett, afetado pela queda, foi apenas 9º.

, , , , , , ,