Quinten Hermans de luxo estreia-se a vencer na Taça do Mundo

Segunda de três provas da Taça do Mundo de Ciclocrosse em solo norte-americano, hoje em Fayetteville. Dia marcado por muita chuva, o que tornou o percurso ainda mais duro e com bastante lama, num grande espetáculo para a modalidade.



O começo de corrida viu logo 8 corredores destacarem-se. Michael Vanthourenhout, Daan Soete, Quinten Hermans, Eli Iserbyt, Toon Aerts, Corné van Kessel, Pim Ronhaar e Toon Vandebosch estavam na frente da prova após a primeira volta e, na segunda, o grupo da frente ficou reduzido a Vanthourenhout, Hermans, Iserbyt e Aerts. Tínhamos os quatro principais favoritos na frente e foi na terceira volta que tudo se decidiu.

Hermans atacou, rapidamente ganhou uma vantagem considerável e nunca mais ninguém o conseguiu apanhar. O belga da Tormans-Circus Cycling Team não teve dificuldades no meio da chuva e lama, confirmando as boas sensações deixadas no passado domingo. A primeira vitória de sempre na Taça do Mundo veio com 37 segundos de vantagem! O campeão europeu Iserbyt foi 2º, conseguindo defender a liderança da competição, com Vanthourenhout a completar o pódio a 49 segundos, sendo que estes dois apenas se separaram na última volta. Destaque para o 8º posto de Gage Hecht, corredor que esta semana aqui falamos como reforço da Rally Cycling.



A prova feminina correu-se uma hora antes e aí viu-se a campeã do Mundo Lucinda Brand a brilhar. A corredora da Baloise Trek Lions venceu com 9 segundos de vantagem para Denise Betsema e 16 para a norte-americana Clara Honsinger. Brand é a nova líder da Taça do Mundo, uma vez que Marianne Vos foi apenas 4ª.

, , , , , , , , ,