Está desvendado o Tour de France 2022!

Decorreu, esta manhã, a apresentação da edição de 2021 do Tour de France. Numa cerimónia liderada por Christian Prudhoumme, foram reveladas as 21 etapas da prova francesa, que terá o seu início na Dinamarca, a 1 de julho, terminando em Paris, a 24 de julho.



Como já se sabia, os três primeiros dias serão feitos na Dinamarca, com Copenhaga a acolher o tiro de partida da edição 109 da prova gaulesa. 13 quilómetros de contra-relógio a abrir, seguindo-se duas etapas planas, onde os sprinters deverão brilhar, isto apesar do perigo do vento poder aparecer nas etapas em linha. Devido à partida fora de França, teremos o primeiro dia de descanso mais cedo que o habitual, logo após a 3ª etapa.

A Volta a França entra em território gaulês por Dunquerque, com chegada a Calais, numa etapa de sobe e desce constante. O dia seguinte marca o regresso do empedrado ao Tour, com 11 setores de pavê num total de 20 quilómetros! A prova vai à Bélgica, com partida de Binche, terminando num muro de 1600 metros a 5,8%. Segue-se a primeira chegada em alto, com a La Planche de Belles Filles (7 kms a 8,7%) a marcar a primeira grande batalha da competição.

Os puncheurs voltam a esfregar as mãos em Lausanne, em mais um final bastante explosivo, e em mais uma incursão num país exterior, desta vez a Suíça. O dia seguinte é bastante duro com mais de 3000 metros de acumulado, com 3 subidas categorizadas, com Pas de Morgins (15,4 kms a 6,1%) e Chatel a serem as dificuldades finais.



Após o segundo dia de descanso, os ciclistas regressam à estrada com mais uma chegada em alto, desta vez em Megeve, e o dia a seguir é ainda mais complicado, com passagens por Col du Telegraphe (11,9 kms a 7,1%), Col du Galibier (17,7 kms a 6,9%) e final o Col du Granon (11,3 kms a 9,2%), que regressa ao Tour 36 anos depois! Se estes dois dias de grande dureza não bastassem, a alta montanha continua com a chegada ao Alpe d’Huez (13,8 kms a 8,1%), de regresso 4 anos depois, isto depois de passagens pelo Col du Galibier e pelo Col de la Croix de Fer.

Saint-Etienne, ao 13º dia, volta a trazer os sprinters à ribalta, tal como acontece dois dias depois em Carcassonne. Pelo meio, os puncheurs e especialistas de fugas terão uma grande oportunidade em Mende. O último dia de descanso antecede a entrada nos Pirenéus, com a primeira etapa a favorecer, mais uma vez, uma fuga, com um final em descida, após duas complicadas contagens de montanha.

Um clássico do Tour de France aparece na 17ª etapa, com a chegada a Peyragudes (8 kms a 7,8%), um dia com 4 contagens de montanha e de apenas 130 quilómetros. A dureza não para e Hautacam (13,6 kms a 7,8%) acolhe mais uma chegada em alto, mais um dia curto, este com 143 quilómetros.



Depois de tanta dureza, os sprinters terão nova oportunidade em Cahors, antes da entrada no fim-de-semana final, que será marcado por novo contra-relógio individual, este com 40 quilómetros entre Lacapelle Marival e Rocamadour. O último dia será de consagração terminando, como vem sendo hábito, em Paris, nos Campos Elísios.

Em suma, o Tour de 2022 apresenta um percurso equilibrado, com sete etapas de alta montanha, incluindo cinco chegadas em alto, e 53 quilómetros de contra-relógio. Já os sprinters terão, pelo menos, seis oportunidades, sem nunca esquecer os puncheurs e os classicómanos que, ao longo das 21 etapas, também terão variadas chances para brilhar.



Com a revelação do percurso, agora a responsabilidade está do lado das equipas começarem a planear a temporada dos seus ciclistas e quem serão os homens a trazer ao Tour 2022. À partida, este é um percurso perfeito para Tadej Pogacar tentar a 3ª vitória consecutiva, com Primoz Roglic a ser o seu grande rival. Em nossa opinião, faltam etapas de alta montanha com elevada quilometragem (acima dos 200 kms). Existem muitas chegadas em alto no entanto todas as etapas são muito curtas, a fazer lembrar as distâncias das competições de juniores, isto apesar de terem muita dureza e desnível acumulado. Do mesmo modo, o contra-relógio final ser colocado antes das etapas de montanha, de forma a dar mais emoção à competição, obrigando aos ataques de quem perdeu tempo nesse dia.

 

Percurso do Tour de France 2022:

Etapa Data Partida Chegada Distância Tipo
1 01/07/2022 Copenhaga Copenhaga 13 Contra-relógio individual
2 02/07/2022 Roskilde Nyborg 199 Plano
3 03/07/2022 Vejle Sondenborg 182 Plano
Descanso 04/07/2022
4 05/07/2022 Dunquerque Calais 172 Média montanha
5 06/07/2022 Lille Wallers-Arenberg 155 Plano (Etapa do pavê)
6 07/07/2022 Binche Longwy 220 Média montanha
7 08/07/2022 Tomblaine La Super Planche de Belles Filles 176 Alta montanha
8 09/07/2022 Dole Lausanne 184 Média montanha
9 10/07/2022 Aigle Chatel 183 Alta montanha
Descanso 11/07/2022
10 12/07/2022 Morzine Megeve 148 Alta montanha
11 13/07/2022 Alberville Col de Granon 149 Alta montanha
12 14/07/2022 Briançon Alpe d’Huez 166 Alta montanha
13 15/07/2022 Bourg d’Oisans Saint-Etienne 193 Plano
14 16/07/2022 Saint-Etienne Mende 195 Média montanha
15 17/07/2022 Rodez Carcassonne 200 Plano
Descanso 18/07/2022
16 19/07/2022 Carcassonne Foix 179 Média montanha
17 20/07/2022 Saint-Gaudens Peyragudes 130 Alta montanha
18 21/07/2022 Lourdes Hautacam 143 Alta montanha
19 22/07/2022 Castelnau-Magnoac Cahors 189 Plano
20 23/07/2022 Lacapelle-Marival Rocamadour 40 Contra-relógio individual
21 24/07/2022 Paris La Defense Paris 112 Plano
, , , , , , ,