Rafael Reis bate duo da UAE Team Emirates e é o novo campeão nacional de contra-relógio!

Primeiro dia de Nacionais em Mogadouro, várias categorias foram para a estrada em rápida sucessão no traçado com cerca de 21 kms. Filomena Gomes foi a mais forte entre 8 atletas inscritas nas Masters 50, com o registo de 36:01, um tempo tão bom da veterana portuguesa que daria para conquistar o título também nas Masters 40, onde Raquel Santos foi a mais rápida com 36:07. Entre as Masters 30, triunfo para Nádia Mendes, com 35:08.

Tempo então para as elites femininas, um bom número de inscritas para um contra-relógio que viria a ser bem mais equilibrado do que em 2021. Daniela Campos foi a última a partir em virtude do seu título e logrou a revalidação. Se no ano passado a vantagem foi superior a 1 minuto, este ano foi por apenas 8 segundos face à sua jovem colega Beatriz Pereira, também ela da Bizkaia-Durango, que foi uma das primeiras partidoras. Com a medalha de bronze ficou Ana Caramelo, da Kiwi Atlantico Lourina, também ela perto da vencedora, a somente 12 segundos. Vera Vilaça, uma das figuras de proa na Volta a Portugal, foi 4ª e outra jovem, Beatriz Roxo, ocupou o 5º posto.

Logo de seguida partiram os sub-23 masculinos e aí não houve lugar a revalidação do título. O vencedor de 2021, Fábio Fernandes, concluiu o seu esforço individual com o 4º melhor registo, no entanto foi um colega seu que ficou com a camisola distintiva. Pedro Andrade voou no percurso de 21 kms e parou o relógio em 27:10, ele que já tinha sido campeão nacional em juniores (estrada), 3º em 2020 e 4º em 2021 neste mesmo evento. Título para o corredor da Efapel Cycling que superou Daniel Dias em 17 segundos e Pedro Silva em 36 segundos, com ambos a mostrarem também claros sinais de evolução em 2022.




Entre os elites masculinos esperava-se uma luta titânica entre o campeão de 2020 (Ivo Oliveira), o campeão de 2021 (João Almeida) e o vice-campeão de 2021 (Rafael Reis). Aos 29 anos e depois de bater várias vezes na trave em edições anteriores, Rafael Reis finalmente conquistou o título de campeão nacional de contra-relógio, um marco importante na carreira para aquele que tem sido o contra-relogista português mais regular dos últimos anos.

A UAE Team Emirates perdeu esta camisola distintiva apesar de ter tido a maioria do pódio. Ivo Oliveira ficou a 29 segundos do ciclista da Glassdrive/Q8/Anicolor e João Almeida cedeu 41 segundos para Rafael Reis, ficando no lugar mais baixo do pódio. José Fernandes foi 4º e Carlos Salgueiro conquistou um excelente 5º posto.

, , , , , , , , ,