Tim Merlier vence em dia caótico e é o 1º líder do Benelux Tour

O dia de descanso da Vuelta a Espanha marcou o início de mais uma edição do agora denominado Benelux Tour e, como quase sempre, o começo deu-se nos Países Baixos. Luke Durbridge, Guillaume Boivin, Logan Owen, Ludovic Robeet, Julien Duval, Arjen Livyns e Ward Vanhoof marcaram a fuga do dia, numa jornada onde se esperava que o vento viesse a soprar uma vez que o pelotão passava por grandes descampados.



As previsões não desiludiram e o vento apareceu mesmo! A cerca de 40 quilómetros do fim fizeram-se os cortes mais importantes, com o grupo da frente a ficar reduzido a pouco mais de 30 ciclistas. O ritmo alucinante levava ao fim da fuga e logo de seguida Remco Evenepoel tinha um problema mecânico e Peter Sagan caía.

O azar destes dois fazia com que ambos descaíssem para o grupo perseguidor, que seguia a 1:30 da frente. No grupo dianteiro, olhando para a luta pela geral, estavam nomes como, Kasper Asgreen, Sonny Colbrelli, Oliver Naesen, Tim Wellens, Matej Mohoric, Stefan Kung, Mike Teunissen, Tiesj Benoot, Mads Pedersen e Jasper Stuyven. A passagem pelo quilómetro de ouro viu uma luta interessante entre alguns dos nomes já referidos, com Mohoric e Teunissen a bonificarem 4 segundos e serem os mais beneficiados.



Sempre muito combativo Lukas Postlberger aproveitou a existência de poucos homens de trabalho para atacar à entrada do quilómetro final no entanto os pequenos comboios organizaram-se e tudo se decidiu ao sprint. Álvaro Hodeg foi o primeiro a lançar-se na frente no entanto na sua roda vinha um muito mais forte Tim Merlier que, quando passou para a frente não deu hipóteses a ninguém. Phil Bauhaus foi 2º com Álvaro Hodeg a completar o pódio.

O grupo de Remco Evenepoel conseguiu encurtar alguma diferença que chegou a ter, cruzando a linha de meta a 57 segundos da frente. Tim Merlier é o primeiro líder do Benelux Tour!

, , , , , ,