[Vídeo] Foi um espectador que causou a queda colectiva na Vuelta a San Juan

Faltava 3,5 kms para o final da 1ª etapa da Vuelta a San Juan, o sprint estava a começar a ser preparado pelos comboios, com o pelotão maioritariamente no lado direito da estrada. Sem qualquer barreira na estrada ou segurança naquela zona, um espectador acabou por embater num corredor da UAE Team Emirates, que nos parece ser Oliviero Troia. Troia é obrigado a desviar-se e depois obviamente existe uma reacção em cadeia. Uma situação sempre de lamentar e que infelizmente acontece com alguma frequência.




A queda ocorreu a alta velocidade e envolveu cerca de metade do pelotão, incluindo grande parte dos candidatos à vitória final na geral. Rudy Barbier viria a ganhar a jornada, derrotando Sagan, Hodeg ou Gaviria.

Aqui podem ver a queda colectiva






A organização emitiu um comunicado horas depois e tomou a decisão de dar o tempo do pelotão a todos os envolvidos na queda, mitigando assim as diferenças. Esta decisão levanta algumas questões de justiça, a regra diz que o limite é aos 3 kms, neste caso foi alargado para os 3,5 kms, e se a queda fosse aos 5 kms para o final? Quem também teve sorte no meio de tudo isto foi Julian Alaphilippe, que não se viu envolvido na queda, participou no lançamento do sprint e cedeu 14 segundos, mas foi-lhe atribuído o mesmo tempo do líder da geral.

, , ,