Frederico Figueiredo reforço para liderar a Efapel em 2021

Um segredo muito mal guardado e que foi oficializado pela formação de Ovar no dia de ontem, Frederico Figueiredo será reforço e assinou até 2022. Depois da época de afirmação em 2020 em que foi 3º na Volta a Portugal e venceu o Troféu Joaquim Agostinho, após deixar todos para trás no Parque Eólico da Carvoeira, o ciclista português de 29 anos muda de ares.



Frederico Figueiredo passou a profissional em 2014 na Rádio Popular Boavista depois de uma excelente temporada no escalão sub-23, sendo inclusivamente 14º nos Mundiais. Logo em 2014 fez top 10 na Volta ao Alentejo, Vuelta a Castilla y Leon e Trofeu Joaquim Agostinho, finalizando a Volta a Portugal em 20º e 2º da juventude.

Continuou a sua paulatina progressão e em 2017 passou a integrar a estrutura do Clube Ciclismo Tavira, mantendo a regularidade nas provas no estrangeiro e finalmente fez 5º na Volta a Portugal em 2018, depois de muitos azares em 2017 e 2019 foi novamente um ano de algum azar na principal prova do ciclismo português. Será certamente um ciclista em destaque quando o terreno empinar, fazendo uma parelha perigosa com António Carvalho na alta montanha.



Quem também vai integrar a formação de Ovar, e esperam os responsáveis que seja uma ajuda importante na montanha, é o espanhol Javier Moreno, corredor que esteve no World Tour entre 2012 e 2017 e que representou a Delko Marseille em 2018 e 2019. É profissional desde 2006 e tem 36 anos.

Tem muita experiência acumulada e conta com algumas vitórias na carreira, 9 ao todo, incluindo o Sharjah Tour, a Vuelta Aragon (ambas em 2018), a Vuelta as Asturias e a Vuelta a Castilla y Leon. Conta ainda com 10 Grandes Voltas no currículo e um 2º posto no Tour Down Under em 2013. Em 2020 não correu e veremos como estará a sua condição física neste regresso à competição.



, , , , , , ,