Israel-Premier Tech pode ser a salvação de um dos desempregados do World Tour

Ainda esta semana aqui divulgamos a lista dos ciclistas que competiram no World Tour em 2021 sem contrato para a nova temporada, na qual estava incluído Simon Clarke. Ora, o australiano de 35 anos parece estar a encontrar uma luz ao fundo do túnel com a Israel-Premier Tech a ser a sua salvação.



Apesar da idade avançada, Clarke continua a ser um ciclista muito fiável, as clássicas são onde rende melhor e este ano ainda foi 8º na Strade Bianche e 5º na Primus Classic. Também a experiência é muito importante, para proteger e guiar os líderes durante as etapas. A confirmar-se a chegada do australiano, o bloco de clássicas fica mais reforçado e Michael Woods ganha um importante gregário.

Em dezembro, em entrevista, Simon Clarke afirmou saber que a sua situação era complicada uma vez que “não há só o limite de ciclistas imposto pela UCI mas também há a questão financeira, é preciso saber se uma equipa me consegue encaixar no seu orçamento.”



De referir que esta é uma contratação que a equipa israelita ainda pode realizar, uma vez que tem 30 atletas no plantel, ficando com 31, ainda dentro do limite de corredores imposto pela UCI.

, , , , ,