Price-Pejtersen prolonga domínio dinamarquês e é o novo campeão do Mundo sub-23 de contra-relógio

Segundo dia de Campeonatos do Mundo na Flandres. Os sub-23 masculinos abriram as hostilidades do dia, num percurso de 30,3 quilómetros. Numa prova onde se esperava um grande duelo entre os escandinavos, tal como tinha acontecido nos últimos Europeus, existiram prestações muito interessantes.



O primeiro registo de referência surgiu por parte de Lucas Plapp. O australiano focou a sua temporada nestas provas e não desiludiu, completando o percurso em 34:39. O futuro ciclista da INEOS Grenadiers foi dos primeiros a partir e esteve mais de hora e meia no hot seat.

Muitos ciclistas foram chegando, alguns deles provocaram calafrios a Plapp mas o seu registo mantinha-se como o melhor. Destaque para os tempos de Mick van Dijke a 14 segundos, Florian Vermeersch a somente 1,15 segundos e Soren Waerenskjold a 3 segundos.



A luta pelas medalhas estava ao rubro e foi preciso esperar pelo último homem na estrada para vermos novo melhor tempo. O campeão europeu da especialidade Johan Price-Pejtersen era o grande favorito e confirmou-o! Num contra-relógio de menos a mais, o dinamarquês fez 34:29, retirando 10 segundos ao registo de Plapp e sagrando-se o novo campeão do Mundo de contra-relógio. Para a Dinamarca é o 4º título consecutivo, depois de Mikkel Bjerg ter triunfado entre 2017 e 2019.

, , , , , , , ,