Raul Alarcon bate Joni Brandão em luta titânica na Serra da Estrela

A tirada foi extremamente animada na fase inicial, com 10 ciclistas a irem para a fuga passado 15 quilómetros de etapa. Jose Diaz Gallego, Oner Goldstein, Aitor Gonzalez, António Molina, Pierpaolo Ficara, Marcos Jurado, João Matias, Luis Gomes, Francisco Campos e Gaspar Gonçalves destacaram-se dos restantes. A vantagem esteve sempre controlada pela W52-FC Porto, também pela presença de João Matias, 8º da geral na frente, cifrando-se em 2:30 a 35 kms da meta.

O resto da fuga foi praticamente alcançada no início da subida final, onde houve um ataque de Alejandro Marque, para endurecer a corrida. A W52-FC Porto anulou o ataque através de Ricardo Mestre e o seguinte ciclista a tentar foi Frederico Figueiredo. Com a aceleração de Luis Fernandes descolaram Domingos Gonçalves, Alejandro Marque, Rinaldo Nocentini e Daniel Silva.

A 8 kms da meta atacou Joni Brandão e o ciclista do Sporting-Tavira ganhou um espaço importante, tendo 30 segundos a 6 kms do final sobre o grupo liderado por António Carvalho, em prol de Raul Alarcon. Mais ou menos nessa altura arrancou Raul Alarcon em buscar de Joni Brandão, alcançou o ciclista do Sporting/Tavira dentro dos 4000 metros finais e deixou-o para trás 1000 metros depois.

Ambos deram absolutamente tudo até à linha da meta, numa luta titânica, com a vantagem a ficar para Raul Alarcon, que garantiu mais uma vitória em etapa, com 12 segundos sobre Joni Brandão e 1:13 sobre João Benta, o melhor dos outros, já que Raul Alarcon e Joni Brandão estiveram num nível superior. Raul Alarcon alargou assim a vantagem para os restantes na classificação geral.

 Devonte Graham Authentic Jersey michael kors borse saldi

, , , , , , ,