Remco Evenepoel escolhe a Volta ao Algarve como teste para a Vuelta

Com muitas equipas do World Tour neste momento a estagiar em Espanha é altura dos tradicionais “media day”, onde as formações dão a conhecer à imprensa e ao público os principais objectivos de alguns ciclistas. E ontem foi esclarecedor no campo da Quick Step qual é o foco dos seus líderes, sendo que o calendário de Remco Evenepoel é bastante interessante.




O jovem prodígio belga de 21 anos, é preciso lembrar que tem apenas 21 anos, subiu ao World Tour em 2019 e impôs-se de imediato, ganhando a Clássica San Sebastian, a Volta a Bélgica, sendo ainda vice-campeão mundial de contra-relógio. No entanto a carreira teve um grande contratempo em 2020, quando sofreu uma queda grave no Giro di Lombardia, que o obrigou a fazer uma longa recuperação e a falhar boa parte de 2021. A sua corrida de estreia foi o Giro, até acompanhou os melhores nos primeiros 10 dias e depois foi quebrando, até desistir. Foi melhorando a sua condição física e terminou o ano com o protagonismo de volta, foi 3º no contra-relógio e 2º na prova de estrada dos Europeus, 3º no contra-relógio e figura de destaque na prova de estrada dos Mundiais.



Para 2022, Evenepoel só quer um ano “normal”, sem corridas canceladas e sem lesões graves que lhe impeçam a evolução como ciclista e o grande objectivo do ano está definido, a Vuelta. Uma estreia na corrida espanhola, num país onde já soma alguns triunfos importante, como a Classica San Sebastian. Para além disso, a Vuelta conta este ano com um longo contra-relógio a meio, ideal para as qualidade do belga. Um objectivo secundário, com potencial para ser proveitoso para Evenepoel são as clássicas das Ardenas, que irá fazer conjuntamente com Julian Alaphilippe, o outro grande líder. Muito possivelmente a estratégia passa por Evenepoel atacar cedo e abrir a corrida cedo para Alaphilippe poder fazer marcação a outros adversários e reservar energias.

O calendário de Remco Evenepoel está quase totalmente definido, com o belga a optar pela Volta à Comunidade Valenciana para começar a temporada. Depois irá deslocar-se a Portugal, onde vai tentar repetir o triunfo de 2020, alavancado também pelo longo contra-relógio que existe na 4ª etapa da Volta ao Algarve. Em declarações à imprensa revelou que foi complicado escolher entre o UAE Tour e a Volta ao Algarve, mas que optou pela corrida portuguesa pois o contra-relógio tem uma distância semelhante ao da Vuelta, o grande objectivo do ano.




Seguem-se 2 corridas de 1 semana, o Tirreno-Adriatico e a Volta ao País Basco, antes das clássicas das Ardenas. A segunda parte da temporada começará mais lentamente, com a Volta a Noruega a servir para aquecer o motor antes da Volta a Suíça. Para finalizar o calendário já definido há uma incursão pela Península Ibérica, com a Clássica San Sebastian e a Vuelta a Burgos a ultimarem os preparativos para a Volta a Espanha, não se sabendo obviamente uma possível presença em Mundiais ou clássicas de Outubro.

Calendário 2022 de Remco Evenepoel:

-Volta à Comunidade Valenciana

-Volta ao Algarve

-Tirreno-Adriatico

-Volta ao País Basco

-Brabantse Plij

-Fleche Wallonne

-Liege-Bastogne-Liege

-Volta a Noruega

-Volta a Suíça

-Clássica San Sebastian

-Vuelta a Burgos

-Volta a Espanha

, , , , , ,