Tadej Pogacar, o rei e senhor de 2021!

Os nossos leitores decidiram e elegeram Tadej Pogacar como o melhor ciclista de 2020. Num total de 506 votos (obrigado pela participação), o esloveno recebeu 361 votos, o que equivaleu a 71% dos votos, esmagando a concorrência. A margem de vitória foi tão grande que Primoz Roglic foi 2º com 67 votos e Wout van Aert 3º, com 59. Ainda hoje, sairá a 2ª sondagem, onde vamos eleger o sprinter do ano.

É uma escolha que corroboramos e com a qual concordamos. Tadej Pogacar foi o melhor ciclista da temporada, realizando uma época de alto nível, andando bem durante todas as provas que fez, conseguindo vencer em praticamente todo o lado e em todo o tipo de terreno. 60 dias de competição, 13 vitórias e mais 27 top-10. Impressionante!



O esloveno abriu a temporada a vencer o UAE Tour, competição caseira da sua equipa e onde tinha alguma pressão. Dominou o Tirreno-Adriático com exibições incríveis, foi 3º na Volta a Catalunha e fechou a primeira metade da temporada a ganhar a Liege-Bastogne-Liege. Regressou na “sua” Volta, vencendo na Eslovénia com tranquilidade, antes de ir aos Nacionais e não fazer melhor que 3º, com alguma surpresa.

Chegou o Tour de France e logo na 1ª semana se colocou de amarelo, com cavalgadas impressionantes, quer no contra-relógio, quer na montanha. Acabou a vencer duas etapas, triunfou com mais de 5 minutos de vantagem e, para além disso, venceu juventude e montanha, pelo 2º ano consecutivo.



A partir daqui, seguiram-se apenas clássicas. Foi 3º na prova de estrada dos Jogos Olímpicos, 5º nos Europeus e, no seu último objetivo da temporada, voltou a não falhar, vencendo Il Lombardia. Segundo Monumento da temporada e uma Grande Volta, um feito apenas ao alcance dos predestinados como Eddy Merckx e Fausto Coppi.

Um ano perfeito que culminou com o triunfo no UCI World Ranking! O que se segue para Pogacar? O jovem esloveno parece intocável e, para já, deverá focar-se, novamente, no Tour de France, antes de, possivelmente ir à Vuelta a Espanha com a companhia de João Almeida.



, , , , ,