Ackermann confirma bom momento de forma e bisa no Tirreno-Adriatico

Mais uma jornada ao sprint no Tirreno-Adriatico e desta vez houve uma fuga totalmente italiana, com Marco Canola, Edoardo Zardini, Nicola Bagioli e Umberto Orsini. A vantagem chegou aos 5 minutos, mas as equipas dos sprinters tiveram sempre o controlo da situação e apanharam Orsini, o último resistente, a 15 kms da meta.




A Alpecin-Fenix fez um grande trabalho, especialmente Mathieu van der Poel, que estirou o pelotão por completo. No quilómetro final apareceu a Quick-Step, mas foi o vencedor de ontem, Pascal Ackermann, a lançar o sprint primeiro. Parecia que o alemão se tinha exposto cedo demais, no entanto aguentou até à meta na frente, diante de Fernando Gaviria e de um surpreendente Rick Zabel.

Ackermann mantém a liderança da geral, que deverá perder amanhã, Ruben Guerreiro foi 30º e Rui Costa 39º






, , , , , , ,