Monstruoso Simon Yates arrasa a concorrência e lidera Tour of the Alps

Após um dia inicial mais fácil, a montanha apareceu com força no Tour of the Alps. Dia curto mas com bastante dureza que viu uma fuga de 6 ciclistas saírem do pelotão ainda no seu começo. Reuben Thompson, Reinardt van Rensburg, Mathias Vacek, Davide Bais Morten Hulgaard e Felix Engelhardt foram os aventureiros do dia numa escapada que teve sempre o controlo cerrado da INEOS Grenadiers.




Depois de ainda ter passado a primeira subida do dia na frente, restando só Thompson e Vais, a fuga chegou ao fim no início da ascensão seguinte, a pouco mais de 26 quilómetros do fim. Estava tudo pronto para os ataques entre os favoritos e eles não demoraram a acontecer.

Nairo Quintana foi o primeiro a mexer, seguindo-se ofensivas de Pavel Sivakov, Daniel Martinez, Hugh Carthy e Simon Yates, este último por mais que uma vez. O britânico tanto tentou que, aos poucos, foi deixando os seus rivais para trás, o último deles Sivakov a somente 1000 metros do topo.




Yates estava a voar e passava com meio minuto de vantagem para Sivakov, Quintana e Carthy. Os 10 quilómetros seguintes foram de descida muito rápida onde Yates continuou a voar, aumentando a sua vantagem para 1 minuto para o grupo perseguidor que, entretanto, tinha crescido devido à reentrada de muitos corredores.

Numa subida final menos dura, a seleção no grupo perseguidor fez-se a 6500 metros da chegada com Sivakov, Vlasov, Cepeda, Martin e Hindley a destacarem-se. O russo da INEOS Grenadiers voltou a forçar e distanciou-se do grupo mas já era tarde para alcançar Simon Yates que, com uma exibição de grande nível, triunfava na 2ª etapa. Sivakov foi 2º a 41 segundos e Dan Martin 3º a 58 segundos. A 1:17 chegaram Hindley e Carthy com o restante grupo a 1:42 onde Ruben Guerreiro foi 10º.




Na classificação geral, Yates é líder, com 45 segundos de vantagem para Sivakov e 1:04 para Martin, Ruben Guerreiro é 9º a 1:52.

, , , , , , , ,