Grande trabalho da Arkea-Samsic e vitória para Dan McLay em Águeda

Os quase 180 kms entre Oliveira do Hospital e Águeda tiveram um início muito rápido e demorou quase 1 hora a formar-se uma fuga estável. Hugo Sancho, Fábio Costa, Anthony Delaplace, Mauro Finetto e Hector Saez formaram um quinteto poderoso e curioso, tendo em conta que 3 dos ciclistas na frente tinham fortes candidatos à vitória na etapa.




Por isso mesmo a vantagem foi crescendo, a W52/FC Porto não se importava que a escapada resultasse e a diferença só começou a cair quando a Burgos-BH se chegou à frente. Havia muita luta pela colocação e muito medo dos cortes provocados pelo vento e os fugitivos foram apanhados a 20 kms da meta, com a Efapel também na frente.

Logo a seguir a Sangalhos, onde Luís Gomes passou na frente na meta volante, arrancou Willie Smit, da Burgos-BH. O sul-africano não foi muito longe e foi a Arkea-Samsic que pegou na corrida a 3 kms do final. A formação francesa esteve perfeita, como dissemos na antevisão tem o melhor comboio aqui e hoje provou-o.




Dan McLay só teve de colocar a cara ao vento nos últimos 200 metros e venceu no duelo face a Riccardo Minali, que seguiu sempre na sua roda. Leangel Linarez ainda fez uma grande recuperação para terminar em 2º à frente do italiano. Luís Gomes foi 4º e somou pontos importantes para a camisola vermelha, Amaro Antunes manteve a liderança.

Foto: UVP-FPC

, , , , , , ,